quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Faça-o provar do próprio veneno

Homem só é burro quando quer, ou melhor, quando não quer. Traduzindo: Eles se fazem de burros, sonsos, tapados, desligados, quando não TE querem. Já ouviu dizer que o contrário do amor não é o ódio e sim a indiferença? Pois então, ta ai tudo que precisamos saber. E a maioria de nós até já sabe disso, só não quer enxergar. É bom alimentar esperanças, arrumar desculpas para as desatenções deles, literalmente tampar o sol com a peneira. Só que fazer isso também nos leva a viver relacionamentos de mentira, sozinhas. Faz-nos acreditar em homens românticos, amigos e compreensivos que não são nada parecidos com os que temos em nossas vidas e corações. É triste, eu sei. Eu mais do que ninguém posso dar exemplo. Mas sinceramente to é cansando já de ser a sonhadora, calma, compreensiva que sempre cede e aceita as circunstâncias acreditando que tudo vai me levar ao meu tanto sonhado tratamento de princesa. To morta de saber que príncipe não existe, não to procurando por nenhum, afinal, já tenho o meu próprio. O problema mesmo é transformá-lo no último romântico de todos os tempos. Também já to quase careca de saber que existem pessoas e pessoas, cada uma com seu jeito e ninguém muda pelo outro. Não to com intenção de mudar nada nem ninguém. Mas... Esperança deve ser amiga da paixão porque ela sempre ronda por aqui. Ela me ensinou dessa vez que existe pelo menos um caminho a seguir para tentar melhorar esse nosso sofrimento com esses homens insensíveis. O caminho tem um nome. Chama-se: imitação. Já deu pra entender onde quero chegar? Basta imitarmos os nossos futuros príncipes. Ele ta se fazendo de burro? Então finja que é uma jumenta. Ta se passando por sonso? Então finja que você tem perda de memória recente e também ta quase ficando surda. Ele abusa ainda mais e demonstra ser tapado? Então lhe dê um tapa bem dado! Ops! Quer dizer, nada disso. Força do hábito não é mesmo? Não tenho sangue de barata. É o que dá vontade de fazer, mas não é a solução. Então se ele forçou pra cima de você e se fez de tapado, você simplesmente finja que não ta notando nadinha! Ele bancou o desligado? Você vai bancar a conformada e muda. É mais ou menos por esse lado. Quanto mais o cara der um de ‘to nem ai’ mais nós temos que sumir da reta deles. Não reclama, não liga, não procura, não briga e muito menos faça questão. Ta, eu confesso que não é fácil fazer tudo isso. Eu mesma ainda to em fase de teste, mas é lutando que se alcança. Se o cara gosta mesmo da gente, uma hora ele há de acordar, porque sinceramente, eu já cansei de perceber que quando eles querem, quando ta tudo no início, sendo flores, eles loucos de ansiedade pra nos conquistar nos dão o mundo e nos paparicam 24 horas, mas depois dessa primeira fase tudo muda não é? E ai ficamos a perguntar: cadê aquele fofo de antes? Pois é minha filha! Se um dia ele existiu é porque os safados fingidos de sonsos sabem como ser príncipes. Se não estão sendo ultimamente então é porque estão entediados ou perderam o interesse. Reavivem o interesse deles garotas. Somos poderosas e eles não resistem a uma mulher que sabe viver bem sem eles! Vai por mim.

5 comentários:

didio disse...

Ei SL, gostei do seu último post...só li ele por enquanto, mas achei interessante e mto bem escrito...
Achei legal pq eu mesmo já fui os dois lados dessa moeda, tanto o "principe" paparicador louco de ansiedade q dps acomoda e não mais dá atenção qnt o lado do apaixonado de verdade e a garota nem aí pra mim...
Mas eu não sei se é tão simples assim, se isso funciona pra todo mundo, principalmente pq eu penso q se o cara não mais da atenção como antes pode ser q não haja amor, e sim foi interesse (segundas intenções, talvez?) o tempo todo...e não é apenas retrucar o comportamento dele q adiantaria...as vezes é preciso partir pro próximo mesmo...

Acho q poderíamos ter bom diálogos se vc não tivesse me bloqueado do msn....rs

Beijos!!

Teté disse...

Para didio:
Obg pela visita e pelo comentário, volte sempre que quiser.
E quanto ao msn, peço desculpas, mas é que não aceito desconhecidos, prefiro manter essa política de sempre pra não virar bagunça. E aliás, eu nem nunca tinha te visto por aqui, então fica válido, não nos conhecemos por isso não devo ter te aceitado lá!
Tudo de bom ai pra vc

didio disse...

Oi...Já li mais um post...rsrrs
Interessante...eu tbm sentia isso e gostava de escrever tbm somente qnd estava mal, ou pelo menos na maioria das vezes...dps se tiver interesse te passou meu blog tbm...as vezes vc pode me ajudar em alguma coisa ou vice versa....vi q vc tem mtas perguntas sem repostas, e as vezes um ajuda o outro a esclarecer essas coisas...não sou nenhum especialista, mas...

E qnt a sua política do msn, não eskenta, não posso questionar suas decisões! Vc conversa com quem vc quiser...mas não fiquei com raiva...voui continuar lendo seu blogger...

Obrigado e td de bom tbm!

Teté disse...

Para didio:
Olá! Bem vindo novamente e sempre que quiser voltar aqui ;]
Dps pode deixar o end do seu blog ai que visitarei
Abraços

Carolina N. disse...

Adorei o que disse. E isso tudo é muito verdade. É muito dificil bancar a desentendida quando o assunto é homem. É dificil nao ligar atras e todo o resto. Mas se nao for isso, sempre acabamos magoadas por achar que aquela pessoa era o principe encantado quando na verdade nao era merda nenhuma.

Gostei muito do seu texto e da sinceridade :*