quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Eu venci

É dificil compreender a mente de gente teimosa. Quanto mais você batalha pra tentar conhecer a pessoa, mais ela se fecha. Chega um momento que se desiste de tentar entender e ajudar uma pessoa assim. E nessa hora, tudo fica mais claro. O mundo se abre, o céu parece ficar mais azul e os problemas passam a ser menores. Quanto mais nos desvencilhamos de pessoas que nós fazem esquecer de nós mesmos para viver com eles problemas que não nos diz respeito, melhor ficamos. Pode parecer egoísta, mas não é.
Andei aprendendo que estar solteira e sozinha é um bem a mais para a mente, uma paz gigantesca pro coração e uma liberdade incontestável para nossas ações. Quanto mais desligada de pessoas eu estiver, mais eu posso me concentrar em mim mesma. Se eu pudesse transmitir a todos o bem que isso pode fazer, acho que eu salvaria muitas pessoas que estão por ai se escondendo nas sombras de vidas alheias.
Existem sérias doenças psicologicas que fazem algumas pessoas pensarem que só podem viver se estiver ao lado de outras. Elas fazem de alguma pessoa especifica a sua vida, e se esquecem de si próprio. Isso é totalmente loucura, é morrer em vida. Ninguém pode deixar de viver tudo que gosta, tudo que é, por outro, isso é simplesmente abrir mão da própria felicidade pra sofrer. Digo isso porque já passei por uma situação parecida. Não tive nenhuma doença que me levasse a isso, mas tive confusões que me fizeram acreditar em um amor que já não era amor. Esqueci de mim para lutar por um alguém que nem se quer se preocupava em olhar para trás para saber se estava pisando em alguém. O fim da história?
Eu venci! Venci por ter conseguido sair de mais uma luta melhor do que entrei. Venci por ter saido da batalha mais valente do que antes. Venci por ter superado a mim mesma. Venci por ter finalmente dado um basta no que não me acrescentava mais nada além de tristeza. Venci por largar o passado e acreditar num futuro melhor. Venci por correr atrás do meu próprio bem estar sem pestanejar. Venci por ir de encontro com a minha paz sem precisar da ajuda de mais ninguém. Venci por ter tido coragem de ir contra tudo que era o meu mundo. Venci por ter criado novos meios de enxergar como se alcança as alegrias. Venci por pensar em mim. Venci por continuar caminhando mesmo quando ainda não enxergava luz no fim do túnel. Venci por erguer a cabeça independente de tudo e todos e ir de encontro apenas com a minha vida. Venci por não ter me deixado abater e sim por ir em busca de novos meios de vida. Venci por ter lembrado de viver. Venci por ter lembrado que a felicidade sempre esteve comigo. Venci por ter deixado de lado todas as crenças de que precisava de alguém para me fazer feliz! Venci por lembrar que eu sempre posso vencer!
E a pessoa teimosa que lhes falei no início? Ta por ai, vagando por uma trilha que ainda não percebeu que não vai dar em nada. Com certeza continua com a mesma teimosia e o mesmo medo de sofrer. E quer saber mais? É justamente por ter medo de sofrer e tentar evitar isso, que acaba sofrendo mais do que todos. Por isso eu aconselho, não seja o teimoso da sua história, seja o vencedor. Largue as velhas teorias, as velhas idéias, os velhos amores que te deixam doente, as velhas pessoas que fingem estar contigo e vá em busca de você mesmo. Só você pode se salvar. Só você pode se fazer feliz! Nós nos bastamos!

4 comentários:

Carolzinha ♥ disse...

hmm, tudo o que eu precisa ler(?)
AHAHAHAH.

aaaaah menina, tu tem toda a razão do mundo.Muitas vezes( eu já fui assim) nós nos agarramos a vida de alguém e esquecemos da nossa vida, dos nosso desejos e vontades; e isso é tão errado né?
Agora, que eu parei de sofrer por um homem que nunca me deu valor,pude perceber o caos que eu deixei a minha vida verdadeira.Agora basta eu arruma-la :)


beeijos!

Anônimo disse...

Passo para desejar um Natal na magnitude do teu mereciemento.

Desejo ainda que 2010 seja um ano repleto de sonhos realizados, de amizades fortalecidas, de amores vividos.

Permaneço afastada das letras por motivos que indepedem da minha vontade.

"É impressionante a força que as coisas parecem ter quando elas precisam acontecer". Permeada verdade com uma intensidade que jamais pensei suportar.

Deixo-te minhas folhas com o mesmo carinho de sempre ressaltando a saudade do nosso contato.

Simplesmente Outono.

Simplesmente Outono disse...

Passo para desejar um Natal na magnitude do teu mereciemento.

Desejo ainda que 2010 seja um ano repleto de sonhos realizados, de amizades fortalecidas, de amores vividos.

Permaneço afastada das letras por motivos que indepedem da minha vontade.

"É impressionante a força que as coisas parecem ter quando elas precisam acontecer". Permeada verdade com uma intensidade que jamais pensei suportar.

Deixo-te minhas folhas com o mesmo carinho de sempre ressaltando a saudade do nosso contato.

Simplesmente Outono.

Simplesmente Outono disse...

Volto com o mesmo carinho, admiração e respeito de sempre.
Folhas secas para alguém extremamente especial em suas expressões.
Simplesmente Outono.