terça-feira, 30 de março de 2010

Esse rolo, rola ou não rola?


Olho para sua foto e sinto um frio na barriga. Ouço alguma música que me lembra você e já fico com as mãos trêmulas como se fosse um daqueles momentos em que te tenho na minha frente. Relembro coisas que passamos juntos, carinhos, palavras, cada mínimo detalhe que consigo encontrar na mente já é o suficiente pra continuar alimentando o sentimento que parece nascer de todas essas sensações que você faz brotar em mim. Parece cedo, ou talvez até idiota, mas, venho guardando comigo um pouco de você. Tenho deixado às emoções tomarem conta do meu coração que fica acelerado quando penso em te encontrar. E quando caio no pessimismo e fico imaginando que não poderei te ver, o coração dói, comprimi, dá um nó na garganta. Ando sentindo saudade do que ainda não vivemos. Ando tendo medo de perder você, mesmo ainda não te tendo. Meio estranho, mas, sincero. Basta ouvir seu nome, basta falar com alguma amiga sobre você e todo o meu corpo reage e se deixa ser tomado por milhares de sensações e emoções que só me levam mais a ideia de não desistir de você. Todas as minhas estruturas, sejam fisicas ou mentais, ficam mexidas quando o assunto é você. Foi o único a conseguir adentrar na minha vida dessa maneira depois de tanto tempo em que estive sentindo um bloqueio para não permitir a entrada de ninguém. Sei que posso estar mexendo com fogo, sei que estou caminhando em terras desconhecidas, sei que estou começando a gostar de um coração dificil, mas meu corpo e meu coração saltitante por você me fazem querer continuar. Torço pra não estar sozinha, torço pra que você ao menos esteja sendo sincero quando me dá esperanças. A dúvida dói. Refletir sobre o futuro, formar hipóteses de um suposto relacionamento, tentar compreender o que anda existindo entre nós, tudo isso faz com que eu fique confusa, com medo de estar vivendo algo sozinha. Dá pra sentir quando nasce uma sensação boa que é recíproca, mas também sei que isso não é o suficiente para segurar ambos na mesma sintonia e desejos. Penso, penso, penso, morro de saudades e quando percebo já me deixei ser carregada por sonhos que fazem planos para nós dois. A ideia de não dar certo, de te perder em vão, de te ver em um dia qualquer por aí e sentir angústia por não ter lutado mais, me faz querer chorar. Eu sei, eu já disse que sei que é cedo pra tudo isso que to sentindo e dizendo, mas, é incontrolável. Encontrei em você um pouquinho do muito que eu procuro. Mesmo sabendo que não te conheço bem, de certa forma já confio, sinto em você uma presença enorme que me dá a sensação de nos conhecermos a mais tempo do que na verdade é. Estou tentando me controlar na minha louca vontade de te procurar todos os dias e demonstrar imediatamente que te quero fixamente na minha vida, mesmo que no futuro sejamos apenas amigos. Pretendo continuar abusando da cautela e sendo fiel ao otimismo pra não te assustar e nem te entregar o jogo de bandeja. Não sei até quando esse rolo vai rolar pra deixar de ser rolo ou vai nos enrolar definitivamente. Continuarei deitando as madrugadas com vontade de ter te visto e acordando ao raiar do meio dia com ânsia de sorte pra que você apareça mais vezes nos meus dias.

4 comentários:

Miily ;* disse...

Noooooossa, eu teria tanta coisa para falar se vc não tivesse expressado em palavras exatamente o que também, estou sentindo ou vivendo, é estranho eu sei, mas é mesmo incontrolável, o pensamento, a vontade, e até a saudade daquilo que ainda não se tem, mas que se tudo der certo em breve terá...

. Espero sinceramente, que os resultados sejam o melhores possíveis *-*

Simplesmente Outono disse...

Certezas assustadoras, contundentes além do suportável. Magnitude: palavra perfeita visto tamanha grandeza de sentimentos. Corroboro com evidente verdade. Em determinado momento da história a vida nos impõe o seu basta esgotando toda e qualquer possibilidade de lutar contra. Perdermos as forças e involuntariamente abrimos a guarda. Assim, um dilema foi estabelecido. Lutar contra: dor infinitamente maior do que lutar a favor. Quando a luta é a favor não há dor, esta é a verdade. Saudade, muuuuita saudade das tuas letras. Com extremo carinho e respeito do mesmo Outono de sempre.
Algum e-mail para contato?

Meus pensamentos..... disse...

nosssa gente do céu STHÉFANIE.... SUAS PALAVRAS FORAM DITAS COM O QUE SE PASSAM NO MEU CORAÇÃO... CARAMBA
FIQUEI ARREPIADONAA...

NOSSA TÁ DE PARABÉNS...
EUU TO ACHANDO QUE VC É PEIXES RSRS OU CANCER.. SEU AMADO É DE QUAL SIGNO... DEVE SER PESSOA BEM RACÍONAL... BOA SORTE QUERIDA
ALIAS PRA NOS DUAS =D BJ

Meus pensamentos..... disse...

nosssa gente do céu STHÉFANIE.... SUAS PALAVRAS FORAM DITAS COM O QUE SE PASSAM NO MEU CORAÇÃO... CARAMBA
FIQUEI ARREPIADONAA...

NOSSA TÁ DE PARABÉNS...
EUU TO ACHANDO QUE VC É PEIXES RSRS OU CANCER.. SEU AMADO É DE QUAL SIGNO... DEVE SER PESSOA BEM RACÍONAL... BOA SORTE QUERIDA
ALIAS PRA NOS DUAS =D BJ