sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Parte IX: O mais estranho amor da minha vida

Continuação... Texto para o blog: Amores-cruzados

Acordei lentamente de um pesadelo e fui direto para o banheiro lavar meu rosto para ver se assim eu conseguia diminuir um pouco do pânico que tinha tomado conta de mim. Acho que o dia anterior não tinha me deixado com bons pensamentos, pois eu havia sonhado com Danton, mas em meu sonho ele era um seqüestrador que trabalhava em nome de mandantes maiores. Realmente, minha mente não tinha hora para parar e muito menos deixava de viajar nas piores e mais loucas idéias. Ao voltar para o quarto olhei pela janela e foi aí que me lembrei que era sábado. Meu animo melhorou um pouco e fui logo trocando de roupa para assim poder levar o Cacau, meu cachorro da raça beagle, para passear no parque mais próximo de casa. Assim que sai porta a fora, notei que o carteiro estava entrando pelo meu jardim. Ele me entregou algumas poucas correspondências e saiu com pressa. Coloquei todas embaixo da porta para minha avó pegar e fiquei com uma única em minhas mãos que estava endereçada para mim. Abri a carta na correria, pois Cacau não parava quieto, estava animado para o passeio, afinal, havia dias que eu tinha largado ele sozinho no quintal. Na carta continha:

“Minha Linda,

Te espero hoje, ás 5 da tarde no nosso lugar de sempre. Desculpe-me novamente por ontem. Ansioso já para vê-la.
Beijos.
Danton”


Aquela carta não me causou nada, acho que já era de se esperar. Guardei-a no bolso e sai com Cacau. Ficamos um tempo brincando no parque perto de casa e depois resolvi ir mais longe, Cacau não estava dando sinais de cansaço. Andamos devagar por um bom tempo em várias ruas até que resolvi ir até a ponte, não sei por que, mas me deu vontade de ir lá, talvez por ser um dos meus lugares favoritos para pensar na vida quando estou sozinha. Chegando, percebi que eu não estaria sozinha, então fiquei em uma ponta da ponte fazendo hora pra ver se os outros turistas iam embora, mas comecei a notar que eu conhecia a voz que vinha mais lá da frente. Escutei com atenção e notei que era Danton, mas ele conversava com uma outra moça. Aproximei-me mais do meio da ponte e me sentei ao chão com Cacau, minha sorte era que ele já estava cansado e ficou quietinho no meu colo sem fazer barulho, assim ninguém poderia nos achar ali. No inicio eu não entendi nada do que Danton falava com a outra moça, mas aos poucos tudo começou a ficar mais claro, pois acho que eles aumentaram o tom de voz como se estivessem brigando. Mas mesmo assim eu ainda não conseguia entender o assunto ou o motivo da discussão. Por fim, cansei de ficar tentando ouvir uma coisa que eu nunca entendia então me levantei e resolvi aparecer pra eles. Claro que eu iria fingir que estava chegando naquele momento e que de qualquer forma tudo estava sendo uma grande coincidência. Fui andando devagar, fingindo prestar atenção em Cacau. Só que o silencio me fez parar e quando enfim olhei para o local onde eles estavam, vi Danton aos beijos com uma loira, dos cabelos grandes e sedosos, do corpo escultural, mas foi só o que eu pude ver, porque ela estava de costas e eu não sabia o que fazer vendo aquela cena então me virei para eles e sai correndo. Meus passos devem ter assustado eles porque quando já estava chegando ao fim da ponte, ouvi Danton gritando:
- Paula! Paula! Espera por favor!
Mas meu coração e meus pensamentos não queriam saber de esperar por nada. As lágrimas começaram a cair, eu acelerei meus passos correndo cada vez mais e Cacau ofegante ao meu lado. Eu só queria saber de chegar em casa.

6 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
polly disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
polly disse...

Cada vez melhor em? so vc mesma para fazer eu ler, so essas historias suas maravilhosas
to anciosa esperando sexta que vem
Bjs

BiahH_TrixX disse...

nãoo acreditoo que ele traiu elaa..=/

meldels..acho bom ele ter uma OTIMA explicação pra essa loira ladra de daltons..Huuahsuahsuahsa

queroo mais e maisss.. ;P

Mayana Carvalho.♥ disse...

Não posso mentir que lendo esse não consegui entender. Mas estou voltando atras para ler toda a historia desde o parte I
Huhsadiuhduahsduh.

Beijos

Pauliinha; disse...

CACHORRO :O
ansioosa pra entender os motivos dele, aah mais poxa sacanagem ://
estória cada vez mais contagiante (: