sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Salve o Amor da extinção

Texto feito para o blog: Amores cruzados

Por vezes a gente fica se questionando sobre o amor, sobre a vida, sobre as pessoas, relacionamentos e a forma como tudo vai mudando com o passar dos anos e costumes. Isso realmente adianta? Conclusões todo mundo chega. Mas e soluções? Nós, escritores (as) por hobby ou não, sempre montamos peças chaves pra fazer todo o resto da população entender certas questões e situações que deveriam ser mudadas, mas de nada vale. Eles lêem, entendem, mas não movem uma palha contra ou a favor do assunto em questão. O amor, por exemplo. É o assunto que mais castiga os corações sinceros q ainda acreditam nesse sentimento. Temos sempre respostas, soluções, conclusões, saídas, começos, inícios e fins para todos os casos que enfrentam o amor. Mas nada se põe a prova. Nada é levado a sério na vida do dia-a-dia. Fico completamente revoltada com quem toma consciência de coisas assim e não bota em prática. É como diz aquela música: “Bota pra ferver, o caldeirão do amor”. Sinceramente é uma letra q deveria ser levada a sério. Não basta entender, falar ou reclamar, tem que FAZER. Seja vc mulher ou homem. Defina de uma vez por todas em que lado vc está. Os que lutam ou os que desistem sem nem lutar? Faça alguma coisa por vc, pelo seu relacionamento, pelo seu amor, pela sua vida, pelo seu mundo. Não cruze os braços diante desse texto e só pense q estou certa. Ajude-me! Quem sabe assim a gente não consegue fazer das palavras um início para as tentativas de melhorias no amor?! O amor é algo puro e verdadeiro que precisa ser salvo da extinção. Estire sua bandeira também nesta causa!

Um comentário:

Mary West disse...

Yeah!! Vâmo todo mundo protestar e sermos mais ativos nessa vida! :D