quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Vai entender...

Por que é tão mais difícil escrever quando se está de bem com a vida, feliz? Já cansei de ouvir que alma de poeta é triste mesmo, mas sei lá, não me julgo poeta, apenas uma escritora por hobby. Já escrevi tanta coisa ruim (assim eu julgo), que não poderia ser tão difícil nesse momento escrever também ao menos uma coisa qualquer. É como se a felicidade ocupasse todo o espaço da mente, fazendo assim com que toda a capacidade de escrever uma linha pelo menos, evaporasse. Mas, insistente como só eu mesma, estou aqui, criando abobrinhas para quem sabe trazer pra mim uma inspiração melhor ou um assunto melhor (haha). Isso é tão irônico não é mesmo? Deveria ser sempre o contrário. Conseguir escrever bem e muito, quando tudo estiver assim, mais alegre. Sinceramente... Nem sei se isso tudo que ocupa minha cabeça é pura felicidade. Pode ser também muita preocupação, muito pensamento acumulado ao mesmo tempo, aí causa essa falta de capacidade pra escrever. Mas ta bem, acho que já chega de baboseiras né? Escrevi, escrevi e não falei quase nada com nada. Completamente mais um texto inútil. A louca mania de não viver sem praticar a escrita fala mais alto. Vale a intenção!

2 comentários:

Mary West disse...

Hahahaha fim de ano gatah. Naum captei o sentido, mas percebi o estresse. :D

Milena Gouvêa disse...

Teté, tua primeira frase disse tudo. É realmente muito mais difícil escrever quando estamos felizes. Quando estamos tristes, parece que a escrita é uma válvula de escape, e o coração pode transbordar um monte de tristezas entaladas.
Mas EI, antes ficar sem escrever do que ficar triste! :D ahhah
Beijão lindona!